sexta-feira, 31 de agosto de 2007

se foram

Parecia tão fácil fraquejar tudo pelos dias de hoje.
apenas acreditei nos que se foram cedo antes de hoje.
e,me arrastei até aqui para ver aonde eu me encontraria longe após de tudo.

escutei os ruídos que consegui escutar.
fiz o que nunca conseguiria fazer longe de tudo.
e,minhas feridas não caíram secas como haviam prometido.

se foram entre sombras escuras além de ossos humanos após de tudo.
não enxerguei pegadas sob o céu desaparecido.
não me acostumei cedo á me sentir superficialmente vivo.

acreditei nos que foram cedo antes de mim
dizendo, que não voltariam alegres depois de ontem.
como haviam prometido.
se foram entres drogas ainda não criadas para matar a fome
e domesticar a ferida.

escondendo da vaidade dos que se oferecem ao medo.
de terem corpos eternos nos dias longe após tudo.
eu me encontraria longe de mim depois de tudo.

3 comentários:

Bernardo Lima disse...

na minha interpretação, fala de algo que se foi...
tenho um irmão que infelizmente se foi, e esse texto me deixou bem "balançado"...
um abraço

Ruan disse...

legal, seu blog...
gostei bastante do layout e desses textos, principalmente esse.

Até

Nathi disse...

as vezes etsar longe da gente mesmo faz bem
pelo menos pra mim